segunda-feira, 27 de abril de 2009

Abro aporta e olho para ti.
Encaro-te agora parecendo a primeira vez.

*Grito*

Sinto os joelhos fraquejarem.

Someone: - Estarei a sonhar?
*outro grito*
Someone: -Desapareceram?
Something: -Sim...
Someone: -Como?
Something: -Não sei...
Someone: -Tens a certeza?
Something: -Sim.
Someone: -Porquê??
Something: -Também não sei.
O desespero atinge-me furiosamente. E agora?
Someone: -Sabes que dia será o dia de amanhã?
Something: -Não. Devia?
Someone: -Não. Eu também não sei...

Um dia de cada vez tentamos sobreviver á vida.
Contradição?
Penso que não.
Amanhã quero voltar para o dia antes de ontem; repeti-lo até que este me mate.

Someone:Amanhã quero voltar para o dia antes de ontem; repeti-lo até que este me mate.
Ficas aqui?
Something: -Sempre. Sabes que não posso sair.
Someone: - Ajudas-me?
Something: - Ajudaremo-nos mutuamente.
Eu sou tu, assim como tu és eu...somos uma só pessoa.
Someone: - Não quero recordá-lo. Só me restas tu... só eu me resto!
Something: -Vamos?
Someone: - Sim...

Tu estarás sempre comigo "a que vive no espelho", sempre.
Postar um comentário