segunda-feira, 30 de junho de 2014

Racismo? Quem? Onde?

Racista? Eu? Tu nem és preta :D!
E foi assim que tudo começou. 

Toda a minha vida fui sempre tentada a escolher lados e ideias pre-pensadas de outras pessoas. 

A minha vida sempre foi livre de racismo, mas agora que sou adulta e penso melhor nas coisas, vejo mais racismo do que aquele que gostaria. E racismo parece ser amigo fiél da ignorância hoje em dia. Quando me dizes" Tu nem és preta! És uma mista de café com leite! Ou até chocolate!" e sorris feito parvo(a) como se esperasses que eu usasse essas tuas palavras como fucking medalha! Mais uma vez...racismognorância! Quando me chamas de chocolate com leite e soltas essa gargalhadazinha e olhas nervosamente em volta para os teus amiguinhos brancos em busca de re-afirmação; essa gargalhada que diz que eu seria estupida por me ofender com tal comentário! Mas tal comentário não me faz feliz, nem nunca fez, e nunca fiz nada para além de agradecer e sorrir vergonhosamente de volta, porque afinal tenho de só posso ser feliz depois de um comentário bonito como aquele! Esse comentário faz-me pensar que posso me sentir bem comigo mesma, que não tenho de me preocupar, porque todos aqueles que são mais claros que eu me vão aceitar um dia.  Quantos já não passaram pelo mesmo? Quantos irão passar? Se algo te incomoda deves dizê-lo! É assim que me consolam pela minha falta de cor, ou por ter demasia! Se me cortares os pulsos o meu sangue não jorrará nem preto nem branco, e aceitação é muito mais do que procurar um espelho dentro de outra pessoa. Parem de nos chamar Chocolate, Oreo, leite com chocolate; porque nós somos mais que isso e tu nunca o poderás pôr em palavras.


Obs: Isto já me estava a chatear a algum tempo... É dificil veres-te na minha pele sem a teres usado, por isso respeita-me porque o chocolate de que tanto gosto de comer, está cada vez mais a ficar amargo.
Postar um comentário